Notícias

Marítimo recebe Oliveirense para a Taca de Portugal

on .



O sorteio de hoje da Taça de Portugal, ditou que, o Maior das Ilhas receba a formação da Oliveirense.

Conheça o sorteio da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, realizado ao início desta tarde na sede da Federação Portuguesa de Futebol, em Lisboa. Os jogos, salvo qualquer alteração pedida pelos clubes, estão marcados para 21 de outubro.

Haverá dois encontros entre equipas da Liga principal, com o Sporting a deslocar-se a Moreira de Cónegos e o Estoril a receber o Paços de Ferreira. Benfica e SC Braga terão pela frente adversários da 2.ª Liga (Freamunde e Leixões). Já o FC Porto defrontará o Santa Eulália de Vizela, que milita na 3.ª Divisão.

Referência ainda para a Académica, atual detentor do troféu, que terá o Ponte da Barca, da 3.ª Divisão, como primeiro adversário.

Sorteio completo:

Naval (2L) – Arouca (2L)/Trofense (2L)
Aguiar da Beira (III) - U. Lamas (III)
Reguengos Monsaraz (III) – Farense (II)
V. Guimarães (1L) – Vilaverdense (II)
Ponte da Barca (III) – Académica (1L)
Ol. Hospital (III) – Ribeirão (II)
Olhanense (1L) - 1º Dezembro (II)
Desp. Aves (2L) – Tirsense (II)
Sacavenense (III)) - UD Leiria (II)
Freamunde (2L) – Benfica (1L)
Moreirense (1L) – Sporting (1L)
Limianos (II) – Tourizense (II)
Pampilhosa (II) - SC Covilhã (2L)
Fátima (II) - Penalva Castelo (III)
Fabril (III) – Eléctrico (III)
V. Setúbal (1L) – Tondela (2L)
Aliados Lordelo (III) - UD Oliveirense (2L)
Beira Mar (1L) – Penafiel (2L)
Varzim (II) – Mirandela (II)
Santa Eulália (III) - FC Porto (1L)
Nacional (1L) - Sp. Espinho (II)
Pinhalnovense (II) – Lourinhanense (III)
Marítimo (1L) - AD Oliveirense (III)
Gondomar (II) - Gil Vicente (1L)
Nogueirense (II) - Santa Clara (2L)
Operário (II)/Caldas (III) – Coimbrões (II)
Anadia (II) – Belenenses (2L)
Rio Ave (1L) – Portimonense (2L)
Pedras Rubras (III) - U. Madeira (2L)
Estoril (1L) - P. Ferreira (1L)
Feirense (2L) – Fafe (II)
SC Braga (1L) – Leixões (2L)

Expulsão de Rúben, dita derrota

on .




A expulsão de Rúben Ferreira, logo aos cinco minutos do Estoril-Marítimo, foi o «clique» para a derrota.

Em vantagem numérica, os «canarinhos» tiveram a estabilidade necessária para mostrar a qualidade que têm, sobretudo no ataque, mas que tem andado em período de adaptação.

É verdade que ao criar uma situação de perigo logo no primeiro minuto, por Luís Leal, a equipa de Marco Silva deixou a sensação de querer agarrar o primeiro triunfo com as duas mãos, mas foi com a expulsão de Rúben Ferreira, que até regressava ao «onze» do Marítimo depois de cumprir castigo, que tudo ficou facilitado.

Pedro Martins viu-se obrigado a abdicar de David Simão para colocar Luís Olim no lado esquerdo da defesa, e o Marítimo teve naturalmente de recolher as linhas e ficar à espera de um contra-ataque ou de um lance de bola parada. O primeiro remate dos visitantes surgiu apenas aos 21 minutos, com Fidélis a entrar na área pela direita para ver Vagner negar-lhe o golo com a «mancha».

Nessa altura já a equipa da casa justificava o golo, tendo em conta uma outra ocasião de Luís Leal, para além daquela do primeiro minuto, mais um pontapé acrobático de Licá (13m) ou um cruzamento-remate de Carlitos (22m).


Aos 29 minutos o Estoril chegou finalmente à vantagem, na sequência de um cruzamento largo de Jefferson que encontrou Diogo Amado ao segundo poste, com este a assistir Luís Leal. Mesmo pressionado, o ponta de lança da equipa da casa inaugurou o marcador, para nove minutos depois bisar, tirando proveito de uma jogada de laboratório utilizada na cobrança de um livre.

Com o jogo na mão, os «canarinhos» abrandaram o ritmo na segunda parte, preocupando sobretudo gerir a posse de bola, mas aos 62 minutos voltaram a marcar, com Luís Leal a conseguir o primeiro «hat trick» da presente edição da Liga.

Pouco depois também o Estoril ficou reduzido a dez elementos, depois de Carlitos ter visto o segundo cartão amarelo (67m), mas o vencedor do jogo já estava encontrado.

Pedro Martins lançou depois Adilson, que na época passada até esteve emprestado ao Estoril (foi muito saudado pelos adeptos da casa), e o avançado brasileiro marcou a dez minutos do fim, mas o Marítimo já pouco mais podia fazer.

Duas alterações para o jogo com o Estoril

on .


Após a derradeira sessão de trabalho que decorreu no complexo desportivo do Marítimo, em Santo António, o técnico Pedro Martins divulgou a lista de convocados para o embate desta segunda-feira no campo do Estoril.

Não são muitas as novidades, tendo em conta os convocados para o encontro da Liga Europa com o Newcastle. Assim, regressam Rúben Ferreira e Rodrigo António, que não puderam defrontar os ingleses por castigo, e saem João Diogo e Igor Rossi.

De fora, por lesão, continuam Olberdam e Semedo. A equipa madeirense segue viagem para Lisboa às 16 horas deste domingo.

Lista de convocados:
Guarda-redes: Salin e Wellington;
Defesas: Márcio Rozário, Roberge, Briguel, João Guilherme, Luís Olim e Rúben Ferreira;
Médios: Rafael Miranda, João Luíz, Rodrigo António e David Simão;
Avançados: Sami, Heldon, Gonçalo Abreu, Fidelis, Adilson e Danilo Dias