Notícias

Marítimo B regressa às vitórias

on .


Foi com um golo de Amar aos sete minutos que o Marítimo B voltou há pouco às vitórias num encontro frente ao FC Porto B, para a II Liga.

Os pupilos de Ivo Vieira tinham somado três derrotas nos últimos quatro jogos, mas responderam com qualidade frente a um adversário que tem outros argumentos na competição.

Os verde-rubros somam assim três pontos que podem ser fundamentais para a manutenção.

"Se o presidente quiser quero renovar." Salin

on .


Salin, guarda-redes do Marítimo que parou a penalidade de Jackson Martínez, analisou desta forma, o empate com o F.C. Porto:

«Levei o melhor no duelo com o Jackson, acho que foi uma questão de sorte, tive muita sorte, quero agradecer muito ao treinador de guarda-redes [Quim Loureiro] porque ele disse-me que o penalty ia cair ou no meio ou na minha esquerda, parei o máximo de tempo para ficar calmo e, depois, fui na esquerda. É bom para nós, é mau para o F.C. Porto, mas eles são uma grande equipa e acho que vão estar perto do título.»

«Foi um jogo difícil. Acho que o F.C. Porto queria ganhar e nos 20 primeiros minutos estivemos mal posicionados defensivamente. O Lucho, o James fazem muito mal, mas depois fizemos bem e o posicionamento defensivo melhorou.»

«Depois podemos jogar, começámos a ter situações para fazer golo e o resultado acaba por ser bom para nós.»

«Há muitas equipas a disputar um lugar na Liga Europa. Se o Marítimo quer crescer precisamos de uma segunda Liga Europa porque para o clube é bom chegar lá, os bons jogadores querem jogar no Marítimo igualmente por estar novamente na Liga Europa. Precisamos de estar com a cabeça fria, vamos lutar até ao fim e eu estou pronto para lutar até ao fim, no Olhanense, na última jornada. Precisamos de todos os jogadores e de muita concentração.»

«Se o presidente quiser quero renovar. Vamos ver, depende do presidente, mas acho que, como já disse ao presidente, precisamos de ter a cabeça fria, de ficar calmos. Para mim não é bom renovar até conseguir o objectivo. Não é por isso que vou sair se não atingirmos o objectivo, mas acho que o jogador precisa de pressão. Esta pressão é positiva, não é negativa, vamos lutar até ao fim.»

"O calêndário é dificil" Pedro Martins

on .



Pedro Martins, treinador do Marítimo, analisou desta forma, ao empate frente ao F.C. Porto:


«Avaliando o jogo durante os 90 minutos, penso que o resultado é justo. O F.C. Porto entrou muito bem no jogo, houve 20 minutos em que nos pressionou, nós não conseguimos sair com clarividência, não conseguimos sair durante esse período, fruto, também, da qualidade e postura do F.C. Porto na altura.»

«A partir dos 20 minutos penso que as coisas mudaram. Conseguimos equilibrar o jogo, inclusivamente no melhor período que estávamos a ter sofremos o golo do F.C. Porto, mas tivemos a reacção necessária e felicidade de fazer logo o empate e que nos levou para o intervalo.»

«A segunda parte penso que, globalmente, assistimos a um grande jogo de futebol. Um jogo rápido, com emoção, com casos, felizmente a maior parte deles bem avaliados. Penso que maior domínio do F.C. Porto, como é evidente, pela qualidade que tem e porque tem jogadores com grande qualidade, e nós sempre organizados a tentar sair em transições.»

«Criámos muitas oportunidades de golo. Aliás, em termos de oportunidades de golo penso que elas equivaleram-se quer para o F.C. Porto, embora tenha falhado um penalty é um facto. Nós também tivemos duas, uma do Heldon uma do Suk, do Rafael Miranda num canto.»

«Traz moral na luta pela Liga Europa. Nós vimos de uma fase apesar de tudo boa. Perdemos em Braga, mas temos vindo a recuperar na tabela classificativa na segunda volta e, portanto, faltam sete finais, toda a gente tem um calendário muito complicado quer para o título, volto a dizer, quer para os lugares europeus quer para a manutenção.»

«Salin fez duas defesas de grande qualidade, embora uma pareceu-me que era falta do Jackson sobre o Roberge, teve muito bem. Eu disse, no final, que toda a gente, no fundo, não ficou satisfeita com o resultado. Toda a gente queria mais: quer o F.C. Porto, como é evidente, quer nós, porque lutámos para os três pontos, mas não conseguimos. Foi um ponto contra uma grande equipa e há que valorizar o grande jogo que assistimos hoje.»

«Gostava de continuar a contar com o Salin [final de contrato], ele já sabe, o presidente já teve oportunidade de falar com ele, essas situações é o presidente que vai ter que solucionar, mas é um elemento que gostaríamos de continuar a contar.»