[JUNIORES] Salvou-se o ponto

on .

O Marítimo perdeu ontem uma soberana oportunidade de estabilizar mais na classificação do campeonato nacional de juniores, em que se insere, e ultrapassar mesmo o seu adversário directo. Mas não o conseguiu e o empate que acabou por se registar no final da contenda acaba até por ser, de algum modo, lisonjeiro para os verde-rubros face a tudo o que se passou no campo. O empate e o consequente ponto foi tudo o que se pôde arranjar, e já não foi mau.

O Marítimo, contudo, até nem começou mal, criando logo uma grande oportunidade para se colocar em vantagem, mas seria o Real Sport a marcar, aos 9 minutos, num bom lance de futebol, com cruzamento da esquerda e cabeceamento fulgurante de Picciarelli. A equipa maritimista não acusou o golo e conseguiu mesmo igualar, também num lance bem gizado pelo seu ataque, com Dino (um bom jogo), em bom estilo, a desviar com a cabeça para o fundo da baliza uma bola cruzada da direita. Numa primeira parte movimentada, a viragem no marcador por parte do Marítimo, de novo por Dino, não desmotivou a formação de Massamá, que teve mais bola e criou as melhores oportunidades para marcar, acabando mesmo por o fazer à beira do intervalo, de novo por Picciarelli.

O Real Sport, com jovens jogadores atleticamente bem constituídos, e pese embora as alterações introduzidas por Daniel Quintal no Marítimo, dominou uma segunda parte mais mal jogada, valendo a boa exibição do guarda-redes maritimista que, com um punhado de boas defesas, conservou o empate até ao fim.

In DN